Número total de visualizações de página

quarta-feira, 20 de maio de 2009

Gostar de ti

Nem eu sei porquê.
Porque gosto dumas coisas e não de outras.
E porque, ao longo dos anos,
Vou gostando de coisas tão diferentes.
Mas com as pessoas
Não é assim.
Gosto sempre das mesmas,
Gosto sempre de ti!

Helena

segunda-feira, 18 de maio de 2009

Amargo e doce

Não gosto
Do gosto amargo.
Nem do doce
Excessivo.
Gosto de ti
Do teu gosto
Amargo e doce
Teu!

Helena

Perda

Vi-te partir.
Hirta, fiquei.
Esperando um retorno
Jamais alcançado.
Mais tarde,
Muito mais tarde,
Tu, transformado,
Quiseste-me.
E eu não te aceitei.

Helena

segunda-feira, 11 de maio de 2009

Silêncio

Lembro, quando te conheci,
O silêncio que nos envolveu
O sobressalto que senti
Nesse momento só meu.
Nosso, depois.
Depois, quando te conheci.
Helena

Saudade

Conheço as tuas mãos,
O cheiro do teu corpo.
Aquelas que me amaram,
Aquele que me impregnou.
Que saudade,
Que saudade me ficou!

Helena

sexta-feira, 8 de maio de 2009

Filhos

Filhos, parte de mim.
Filhos, parte de ti.
Filhos, parte de nós.
De nós, que já não somos.
Deles, que somos nós!

Helena

segunda-feira, 4 de maio de 2009

Pai

Pai.
Sério. Distante.
Solitário?
De certo.
Mas perto. Muito perto,
Do que era certo.
Triste?
Por vezes.
No fim, muitas vezes!

Helena

sexta-feira, 1 de maio de 2009

Lembranças

Gosto muito de estar só,
Porque sei que estou acompanhada.
Não de ti,
Mas das lembranças que me deixaste.
Morreste sem morrer,
Vives sem viver
Até eu te esquecer!

Helena