Número total de visualizações de página

segunda-feira, 5 de novembro de 2012

Tempo sem tempo

Tenho-te à minha frente
Nesta foto envelhecida.
Nela te dou a minha mão,
Encostada aos teus ombros.

Quantos anos já passaram?
Dez, vinte ou trinta,
Não importa.
Porque o tempo
Não tem tempo,
Quando o amor se desfaz
Na terra onde jaz.

Helena